SketchUp notifica usuários irregulares em até R$ 20.000.

24
8772

Infelizmente o preço alto dos softwares ligados à Arquitetura e ao Design e o preço abusivo dos impostos, as vezes contribuem para que as pessoas utilizem versões “não licenciadas” para conseguir trabalhar ou mesmo aprender a ferramenta. Os principais afetados geralmente são os recém formados, estudantes ou até quem não conseguiu se consolidar no mercado.

Acontece que nos últimos tempo a Trimble.Inc empresa responsável pelo SketchUp começou a notificar os usuários que utilizam o programa de maneira ilegal através de e-mail.

Nós do Habitamos entramos em algumas comunidades do Facebook e acompanhamos depoimentos de vários profissionais: Empresa (CNPJ) e Autônomos(PF e PJ) que foram notificados pela Trimble.Inc sobre o uso indevido do SketchUp.

Os comentários sobre valores são variados e ao que tudo indica depende da quantidade de máquinas com o software que são identificadas pelo seu endereço IP. Quanto mais máquinas com o programa, mais caro é a taxa para legalizar a situação.

Algumas pessoas relataram valores que vão de R$ 4.500 à R$ 20.000!!!

Conseguimos uma imagem do e-mail notificação.

50728628 2256311844608372 6651317677505642496 n - SketchUp notifica usuários irregulares em até R$ 20.000.
Algumas informações foram ocultadas por medidas de segurança.

O prazo para adquirir a licença que a maioria das pessoas informou foi de 7 dias após a notificação, onde seria obrigatório o envio do comprovante de compra da licença de uso. Caso a regularização não fosse realizada quem foi notificado estaria sujeito à uma ação judicial por direitos autorais.

Ao que tudo indica a Trimble capta seu tempo de uso no SketchUp através da conexão com a internet e armazena essas informações.

Mas e agora?

Nossa equipe foi atrás de soluções e alternativas que possam te ajudar a não correr o risco de ser notificado e antes que perguntem, não temos nada a ver com os softwares apresentados aqui, estamos apenas mostrando outras possibilidades para quem precisa continuar sua produção 3D.

SketchUp Make

e263a make tableau - SketchUp notifica usuários irregulares em até R$ 20.000.

Muita gente não sabe, mas a própria Trimble.Inc oferece uma versão gratuita do SketchUp, ela possui menos recursos que a versão Pró, mas pode ser um quebra galho enquanto não consegue comprar a versão final.

SketchUp Make tem algumas desvantagens para quem trabalha com arquitetura, nessa versão não é possível importar arquivos DWG. A versão Make também não disponibiliza o software Layout e tem suas ferramentas de importação e exportação de arquivos 3D bem reduzidas.

É importante dizer que o uso do SketchUp Make para fins que não sejam exclusivamente de aprendizado e uso pessoal não é recomendado pela distribuidora do programa e segundos os termos de uso, quem usar para outros fins pode ser notificado.

Baixe o SketchUp Make aqui.

SketchUp Pro

TCEA sketchup pro - SketchUp notifica usuários irregulares em até R$ 20.000.

Para quem pode disponibilizar um dinheiro para investir na versão Pro, apesar do alto custo é algo que vale a pena se você já trabalha na área e consegue retorno financeiro através de suas produções 3D.

No Brasil é possível comprar a versão Pro de revendedoras autorizadas, mas caso você possua um cartão internacional ou uma conta paypal é possível comprar no próprio site do SketchUp pela própria Trimble e a conversão até a data de publicação desse artigo era muito melhor.

Vale lembrar que é possível baixar uma versão de testes no site oficial.

BricsCAD Shape

BricsCAD Shape 01 - SketchUp notifica usuários irregulares em até R$ 20.000.

Produzido pela BricsCAD empresa que compete no seguimento com o AutoCAD o BricsCAD Shape aparece como uma alternativa ao SketchUp. Em questão de funcionalidades ele é superior a versão Make e sua interface lembra bastante o SketchUp Pro.

Além de ser uma ferramenta gratuita e com um visual bem parecido ao SketchUp o BricsCAD Shape consegue ler, importar e exportar arquivos DWG.

shape interface 1024x644 - SketchUp notifica usuários irregulares em até R$ 20.000.

Nós deixamos aqui o link do BricsCAD Shape para download.

Blender

largeImg - SketchUp notifica usuários irregulares em até R$ 20.000.

Para quem é mais hardcore nas representações 3D e gosta de ter um diferencial, existe o Blender, que também faz modelagens, é gratuito e apresenta resultados muito interessantes. Apesar de ter uma curva de aprendizado mais longa que o SketchUp o Blender é um dos programas mais indicados para quem gosta de fazer cenários interativos e animações.

O software possui várias ferramentas de edição de materiais e formas, permite o uso de addons e funciona bem com cenas grandes. Aqui tens um vídeo produzido e renderizado no Blender, os resultados são bem parecidos ao que se consegue em softwares como V-ray e Lumion.

Aqui tem um link do site do Blender onde você pode baixar o programa.

Gostou dessa notícia? Conhece mais alguma alternativa ao SketchUp? Deixe seu comentário e nos ajude a crescer e melhorar cada vez mais. Se possível compartilhe a postagem.

Habitamos agradece e volte sempre!

Assine a Newsletter do Habitamos

No spam guarantee.

24 COMENTÁRIOS

  1. Eu conhecia o Sketch Up mas nunca cheguei a usar, no meu curso era mais SolidWorks / Catia.
    Mas as multas de Copyright são pesadas… compensa mais a licença

  2. Caramba, mas pelo que vejo, se forem notificar todos, tadinhos dos estudantes, vejo muitos usando na faculdade e como estudante de Sistemas de Informação, tendo usar sempre as versões free, mas passo pelo bloco de arquitetura e só vejo sketchup pro, mesmo tendo a tal versão make…

  3. Ola Diego,

    Apenas para completar suas informações, a TotalCAD está a disposição para esclarecer dúvidas referente ao assunto! Mas o mais importante é que se alguém usa o software irregular para fins profissionais entre em contato conosco antes de ser notificado, assim conseguimos trabalhar condições melhores!!! Nosso contato é 11 48786500 ou por e-mail info@totalcad.com.br

  4. Engenheiro de software, analista de sistemas, programador há 31 anos, te afirmo que é impossível saberem teu IP pela tela ou associar dados coletados à tela do SketchUp que aparece no teu PC. Nenhuma informação sobre licenciamento aparece na tela dos projetos.
    Isso na verdade é engenharia social.
    O que eles podem fazer é verificar que a postagem foi na sua empresa e procurar associação do CNPJ à licença do produto e ver que não há nenhuma. Daí proceder com SUPOSIÇÃO de a empresa utilizar software pirata e solicitar posicionamento. Ou, ainda, uma empresa QUALQUER que vende licença, enviar aleatoriamente notificacoes para empresas que façam uso do produto sem licenciamento. Daí o usuário cai facinho e acaba se entregando. Acontece ano após ano com vários clientes meus. Fora isso, conversa fiada.

    • Complementando ao comentário do Diego, além do fato que se a empresa desenvolvedora do software de alguma forma coletar dados e informações do equipamento ou rede usuário, estará cometendo um crime muito mais grave do que o uso de licença pirata, e desta forma anulando qualquer ação judicial na qual a informação foi obtida por meios ilegais. Além do mais existe cenários onde ficaria impossível identificar o detentor da licença ilegal, ex. uma empresa onde vários colaboradores, parceiros e visitantes acessam através de redes sem fio, não teria nenhum controle sobre que softwares estes usuários executam em seus notebooks pessoais.

      • Leia os termos de uso, você concordou que eles coletem dados da tua rede, então eles podem vasculhar sim se você tem ou não licença pirata.

        3. Ativação e Medição do Software; Atualizações do Software; Consentimento para Uso de Dados; Privacidade

        3.1. Ativação e Medição do Software. A Trimble poderá utilizar sua rede interna e conexão com a Internet para transmitir dados relacionados à licença no momento da instalação, registro, uso ou atualização do Software e para validar a autenticidade dos dados relacionados à licença para registrar seu Software e proteger a Trimble contra uso não licenciado ou ilícito do Software.

        A Trimble poderá incluir no Software uma tecnologia de medição de licença integrada que o ajude a evitar qualquer violação não intencional deste Contrato. Você reconhece que esse módulo de medição poderá enviar uma notificação on-line à Trimble confirmando o uso do Software. Você não poderá desabilitar, modificar ou interferir no funcionamento de qualquer módulo desse tipo. A Trimble poderá utilizar sua rede interna para medição de licença.

        A Trimble utilizará informações obtidas de acordo com esta Cláusula 3.1 apenas para a finalidade contida nesta Cláusula 3.1.

    • Eu já tive acesso a carta enviada para conhecidos meus. Vem a listados o IP, o MAC adress e o nome da rede dos computadores. Não tem como negar que os dados foram forjados. Você pode até desconhecer algum dos computadores listados por ser de algum notebook que se conectou na sua rede pelo wifi, mas os dados são obtidos sim. Se isso é legal, é outra história.

    • Olá, boa noite.
      Sou analista de T.I e tive o prazer de ver esse e-mail pessoalmente. E realmente eles pegam as informações do MAC da placa de rede, nome do computador, usuário só computador e data do último evento.
      Ainda não sei exatamente como eles obteve essas informações, mas acredito que o próprio software tenha essa funções e envie essas informações.

  5. Por gentileza, alguém sabe informar se tem problema utilizar o programa comprado direto do site da Trimble? A TotalCAD, obviamente, diz que sim, mas não achei nada a respeito de proibição do uso fora dos EUA nos termos de uso do Sketchup.

  6. Respondendo à Kesley Benedet: não, não tem problema em usar o Sketchup comprado diretamente no site da Trimble. O próprio artigo menciona isso. Aliás, é o que a maioria dos profissionais tem feito. Seria como se vc estivesse comprando um outro produto qualquer (como um vídeo-game ou um macbook). A totalCAD, no entanto, quer defender o “ganha-pão” deles, e por isso, vai inventar histórias pra te convencer de que vc realmente tem que comprar com eles. Mas vale ressaltar que só vale a pena comprar diretamente com a totalCAD se vc não souber usar o site da Trimble e/ou não quiser pagar em dólares (usando um cartão de crédito internacional). Se vc optar por isso, então, vc vai ter que pagar um valor maior, uma vez que nesse processo há uma margem de lucro embutida para também comissionar o revendedor de software.

    • Essa informação precisa ser checada porque no caso da autodesk, que vende o Autocad e o Revit, não adianta comprar uma licença no exterior e tentar usa-la aqui no Brasil. Sem você apresentar a documentação nacional de pagamento de taxas de importação, o software não tem validade legal. Quando é feita a fiscalização em uma empresa e se constata que existem por exemplo 3 instalações de produtos, você tem que apresentar a nota fiscal de comprar com os devidos impostos pagos aqui no Brasil. Se você apresentar uma nota fiscal americana, sem ter feito a importação e pago os impostos da receita fedeal, a nota fiscal da loja americana não tem validade.

  7. Basta entrar no site da Trimble, clicar em comprar (ou assinar) e irá aparecer a opção para vc completar com o seu endereço, aonde vc pode inserir assim: “país: BRASIL / cidade: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, etc”. Interessante observar que as informações são exibidas em português, e se não me engano tem até uma bandeirinha do Brasil no topo da página. De um modo geral, o processo é praticamente idêntico a comprar outros softwares, como Corona Render, Vray, Fstorm, Redshift, e até programas da Autodesk. Isso que Marcio Antonio está falando, de um software se tornar “inválido” por vc tê-lo comprado no exterior, só procede quando vc compra de um revendedor de software localizado em outro país. Por exemplo, se vc comprar o Sketchup ou o Vray em um revendedor de Portugal, aí sim, neste caso, vc só estará habilitado para usá-lo em países da União Européia. O mesmo vale para EUA, Canadá, etc. De qualquer modo, SEMPRE vale a pena enviar um email para a empresa (que desenvolve o software) questionando a esse respeito, para não cair em armadilhas de “achismos” do tipo “um amigo do meu amigo me disse assim assado”. E foi isso o que eu fiz. E veja o que eles me responderam: “In Brazil, we typically recommend purchasing through a reseller. I could send you a quote direct from SkechUp though, and you can buy from us. If you would like to do that, please reply back with all of your contact information, bill to address, etc. I will send a quote your way.” Por fim, acabei comprando a minha licença diretamente com eles, e hoje estou muito feliz! É caro? Sim! Mas se vc usa o programa todos os dias, vale a pena. Recomendo que façam o mesmo. Abraços

Deixe seu comentário e contribua com o crescimento do Habitamos