No dia 29 de março de 2021 o professor e arquiteto urbanista Flávio Villaça faleceu, é sem dúvidas uma perda gigantesca para a área do planejamento urbano no Brasil. O professor tinha 91 anos de idade e morreu em casa, segundo professores da FAU USP ele já estava doente a algum tempo.

Detentor de uma carreira incrível Villaça ajudou a formar profissionais por mais de três décadas, além disso foi um grande produtor e fomentador na construção do campo e prática do planejamento brasileiro.

Graduado em Urbanismo e em Arquitetura pela Universidade de São Paulo em 1953, Villaça fez mestrado em City Planning pela Georgia Institute of Technology (em 1958) e doutorado em Geografia (Geografia Física) pela USP em 1979 e pós doutor pelo Departamento de Geografia da Universidade da Califórnia, Berkley, EUA, 1985. 

Durante sua carreira atuou em diversos órgãos públicos e empresas dedicados ao planejamento urbano, como o Departamento de Urbanismo da Prefeitura Municipal de São Paulo, a Sociedade para Análise Gráfica e Mecanográfica Aplicada aos Complexos Sociais (Sagmacs), a Hidroservice, a Fundação Faria Lima-Cepam e na Coordenadoria Geral de Planejamento de São Paulo, auxiliando na elaboração de planos diretores e trabalhos de consultoria. 

Villaça também foi professor titular de Planejamento Urbano na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo e autor de diversos livros: “O que todo cidadão precisa saber sobre habitação”; “As ilusões do Plano Diretor”; “Os transportes sobre trilhos na Região Metropolitana de São Paulo”; “Espaço intra-urbano”, entre outros.

Seria necessário muito mais tempo e espaço para poder descrever a importância que o professor Villaça significa e significou no pensamento sobre cidades brasileiras, mas como a proposta das sextas é uma recomendação, nós indicaremos uma aula gravada pela TV UNESP onde o professor compartilha um pouco do seu pensamento.

TV UNESP, novembro de 2018: Professor Flávio Villaça  fala sobre o planejamento urbano na estreia da série “Primeiras Aulas”

O Habitamos deseja muito conforto e paz aos familiares e amigos do professor Villaça, sua obra não será esquecida e que ela estimule cada vez mais questionamentos e pesquisas sobre o planejamento territorial no Brasil.

Assine a Newsletter do Habitamos

No spam guarantee.

Deixe seu comentário e contribua com o crescimento do Habitamos