Obras de Arte Especiais. Fotografia: Maarten van den Heuvel - Unsplash.

Você sabe o que são as chamadas obras de arte na construção civil? Se você pensou naquelas edificações icônicas da arquitetura ou em obras de arquitetos prestigiados, podemos dizer que é e não é isso.

Claro que essas construções são obras de arte, mas na construção civil usamos o jargão técnico de Obras de Arte Especiais (OAEs) para grandes construções de infraestrutura: pontes, rodovias, viadutos, túneis, ferrovias, etc. Geralmente essas obras são destinadas a estruturar ou fortalecer redes viárias, circulações de pessoas, produtos e veículos.

Para fazer o projeto de uma obra de arte é necessário a participação de engenheiros civis e arquitetos com especialização em Estruturas ou engenheiros de estruturas.

Ponte Juscelino Kubitschek – Brasília. Fotografia: Eric Gaba – Wikimedia Commons user: Sting.

O objetivo principal quando se quer construir uma obra de arte desse tipo é transpor algum obstáculo ou facilitar a logística de mobilidade no espaço, pode ser um conjunto de ruas (viaduto/túnel), um rio (ponte), grandes distâncias (rodovias/ferrovias) e dai por diante.

Olha que interessante, obras de arte não estão restritas a isso, grandes projetos que envolvem bastante concreto também são considerados obras de artes, como exemplo temos barragens, diques e canais.

Quem trabalha com esse tipo de obra, tem a NBR 6118/2017 sempre a disposição, essa norma vai indicar os principais procedimentos para projetos voltados para estruturas de concreto. Outra norma importante é a NBR 9452/2019 que vai estipular os procedimentos de vistorias em pontes, viadutos e passarelas de concreto.

Por serem obras enormes e que afetam grandes parcelas do território, geralmente o principal cliente desse tipo de serviço é o poder público, o nível pode variar entre as esferas do federal ao municipal.

Trevão de Ribeirão Preto-SP, considerado atualmente o maior entroncamento do país
Trevão de Ribeirão Preto – São Paulo. Fotografia: Arteris/SETENGE-Beta2.

Hoje existem várias empresas especializadas em obras de arte que possuem funcionários específicos caçando licitações desse tipo de obra, também existem empresas focadas em vistorias e consultorias desse tipo de projeto.

O Ministério dos Transportes e o Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER) lançaram em 1996 um manual de projeto de Obras de Arte Especiais, nossa equipe procurou saber se existia uma versão mais atualizada, mas não encontramos nada. Quem quiser conferir o manual completo pode clicar aqui.

O manual é extenso e bem completo, pode não estar atualizado, mas de repente segue como guia para coisas mais simples ou para se ter uma ideia em relação ao tema.

O Habitamos agradece sua visita, caso tenha alguma sugestão, crítica, complemento, fica a vontade para deixar um comentário. Vale lembrar que para atuar nessa área é interessante ter uma especialização em estruturas, caso tenha gostado do tema e queira saber mais sobre isso, nos avise que podemos produzir mais a respeito.

Referências

Brasil. Manual de projeto de obras-de-arte especiais. Departamento Nacional de Estradas de Rodagem – Diretoria de Desenvolvimento Tecnológico, Rio de Janeiro, 1996. 225p

Assine a Newsletter do Habitamos

No spam guarantee.

Deixe seu comentário e contribua com o crescimento do Habitamos