Espessura de linhas no desenho arquitetônico

2
3106

No artigo de hoje vamos conversar sobre espessura de linhas, quando utilizar tamanho x ou y, quais são os tipos de traços e como devemos trabalhar com eles. Tudo de acordo com as regras da NBR 6492 – Representação de projetos de arquitetura.

Quem nunca fez um projeto com peso de linha errado não é mesmo?

Eu errei bastante durante a graduação e pensando nisso escrevi esse artigo para tirar algumas das dúvidas que eu tive, mas não tinha paciência de ficar lendo na norma.

O que vamos ensinar aqui nesse artigo não é a configurar suas linhas no autocad/revit (faremos isso em breve), mas te fazer compreender como realmente usar as linhas e entender o porque disso.

Aqui no Habitamos nós acreditamos que é importante entender como se faz primeiro para depois utilizar todas as ferramentas possíveis e imagináveis que facilitem e otimizem nosso trabalho.

A importância do peso gráfico

As linhas no desenho vão determinar a distância entre o observador e o objeto representado, o nível de importância no desenho, as indicações para detalhes e o conteúdo de modo geral.

Na representação gráfica em arquitetura as linhas são divididas em tipos e espessuras, nós iremos explicar cada um deles e como devemos utilizar de acordo com a norma.

certo errado 1 - Espessura de linhas no desenho arquitetônico
Importância do peso gráfico no desenho

Os dois desenhos são representações em planta baixa, ambos tem mobiliário e peças de banheiro. Mas um dos lados parece mais carregado visualmente que o outro. Por que será?

Isso acontece por conta do uso equivocado do peso de linha. Quando utilizamos um traço mais forte é porque precisamos chamar atenção para aquele objeto, seja por estar mais próximo, seja por estar cortado.

Ao usar linhas fortes em mobiliário como acontece no lado esquerdo da figura, estamos apenas sobrecarregando o desenho e dificultando sua leitura.

Mas ai você vai me dizer que a pessoa queria chamar atenção para o mobiliário. Então… mesmo que você queira atrair atenção para os móveis eles nunca podem ter a mesma espessura de linha de uma parede ou objeto cortado.

Existem alternativas mais eficientes (e bonitas) para destacar esses objetos, como plantas humanizadas e preenchimento das paredes com cor.

aaaa - Espessura de linhas no desenho arquitetônico
Montagem de exemplo com imagens.
Fonte: Ideasdecor e Miria Tamiris Arquitetura.

Um desenho limpo e de fácil leitura sempre vai ser a melhor opção. Principalmente quando for para a obra!

Bacana, mas como eu sei qual tipo de linha usar e quando usar? Isso é o que vamos te explicar agora.

Tipos de linha

Como já dissemos lá em cima as linhas são separadas em tipos e espessuras, agora explicaremos para vocês quais são, para que servem e como utilizar.

Linhas continuas

continua - Espessura de linhas no desenho arquitetônico

Essas são as mais comuns e sua função vai mudar de acordo com a espessura. Nesse artigo vamos mostrar os valores de espessura que estão representados na NBR 6492, isso é, são valores mais genéricos e condizem mais com grafites que softwares.

Não se preocupe com isso, uma vez entendendo como funciona, ajustar para softwares é o de menos.

1.Linhas grossas representam alvenaria em corte, colunas/paredes estruturais. A espessura sempre vai variar de acordo com a distância do observador.

Recomenda-se utilizar 0,5mm para alvenaria/cortes e 0,6mm para elementos estruturais. No caso de lapiseiras usar grafites 07 e 09.

2.Linhas médias representam esquadrias, mobiliários fixo/não fixo, escadas, alvenaria baixa/vista, etc.

Vale lembrar que quanto mais próximo do observador maior vai ser a espessura eu recomendo utilizar 0,3mm em esquadrias/mobiliários e 0,4mm para alvenaria baixa ou em vista e escadas. No caso de lapiseiras usar grafite 05

3.Linhas finas são utilizadas em pisos, hachuras, cotas e linhas auxiliares. Recomenda-se 0,1mm a 0,2mm. No caso de lapiseiras usar grafite 03.

Linhas situadas além do plano do desenho – tracejadas

tracejada - Espessura de linhas no desenho arquitetônico

Utilizamos esse tipo de linha quando precisamos representar a aresta de objetos que não estão visível ao observador, ou seja, aquelas que estão por trás do plano de desenho. Usa-se 0,1mm a 0,2mm ou grafite 03.

ex1 - Espessura de linhas no desenho arquitetônico
Demonstração tracejado
Fonte: Aula do Prof. João Carmo – IFRN.

Linhas de projeção – traço e dois pontos

pontolinha - Espessura de linhas no desenho arquitetônico

Esse tipo de linha é utilizado na representação de projeções de pavimentos superiores, marquises, balanços, etc. Se você tem usado tracejada simples, não está desenhado de acordo com a norma. A espessura da linha é de 0,1mm a 0,2mm ou grafite 03.

3xv8FZSfAzOXXERkuA7DuxDjaeWfcciXR+OTa66bhUbTEgI13ZMsj6gNc02mFi+po0sizT2r618gx0urbKajk1OObTIhsE5MJmLu7XIrGvkFBvfiUhTQ1AoFAqFQqHoMf8BbU3xYswm8JcAAAAASUVORK5CYII= - Espessura de linhas no desenho arquitetônico
Projeção de telhado
Fonte: CEAP

Observação: quando for uma projeção muito importante, ela deve ter espessura de linha forte (+/- 0,6mm ou lapiseira 09).

Linhas de eixo ou coordenadas – traço e ponto

tp - Espessura de linhas no desenho arquitetônico

Se usa essas linhas para representar os eixos de elementos na planta. É bem comum de se ver quando trabalha-se modulação estrutural ou quando se projeta em malha. A espessura da linha é de 0,1mm a 0,2mm ou grafite 03.

mod 1 - Espessura de linhas no desenho arquitetônico
Eixo de coordenadas
Fonte: Archdaily.

Linhas de indicação, chamada, silhueta e interrupção

Em todas essas recomenda-se que se use o mesmo peso que nas linhas de eixo, ou seja, 0,1mm a 0,2mm ou lapiseira 0,3.

A linha de indicação ou chamada é utilizada para referenciar algum detalhe em outra folha de desenho ou tabela/legenda.

chamada - Espessura de linhas no desenho arquitetônico
Exemplo de chamada. Fonte: NBR 6492

A linha de silhueta é utilizada quando representamos objetos que estão situados por trás do plano do desenho e seu traço é ponto e linha.

tp - Espessura de linhas no desenho arquitetônico
asd - Espessura de linhas no desenho arquitetônico

Exemplo de linha de silhueta
Fonte: NBR 6492

A linha de interrupção é utilizada quando se representa uma quebra ou ruptura no desenho. Se vê bastante em escadas.

inter - Espessura de linhas no desenho arquitetônico
Linha de interrupção
Fonte: NBR 6492
esc - Espessura de linhas no desenho arquitetônico
Exemplo linha de ruptura
Fonte: Aula do Prof. Rodrigo Cury – FAU UFRJ

Observações finais

Essas são os tipos de linhas e espessuras recomendados pela NBR 6492 – Representação de Projetos de Arquitetura. Tentamos resumir e simplificar os usos mais comuns em cada tipo de linha e espessura, com isso é possível que você crie seu próprio padrão respeitando o peso gráfico nos desenhos.

Nós acreditamos que desenho é uma questão de prática, então não basta apenas estudar, tem que desenhar e muito. Pode ser no papel A3, no AutoCAD ou na areia da praia, o importante é praticar.

Agora que você aprendeu para que servem as linhas e como usar, fica de olho no site do Habitamos, nós estamos preparando um Template com as penas configuradas e vamos disponibilizar gratuitamente em breve.

O Habitamos agradece sua visita e esperamos que esse conteúdo tenha te ajudado.

Nessa matéria utilizamos como referencia: NBR 6492 –
Representação de Projetos de Arquitetura e a aula do Prof. João Carmo da IFRN.

Assine a Newsletter do Habitamos

No spam guarantee.

2 COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário e contribua com o crescimento do Habitamos