Fonte:unsplash/Jukan Tateisi

Esse é o primeiro artigo de uma trilogia chamada “Escadas”. Hoje falaremos sobre formatos e tipos de escadas e para quais ambientes elas são mais apropriadas. Se você se interessa pelo assunto acompanhe nosso site, que sairá um texto a cada duas semanas.

Escolher o tipo de escada que será usado em um projeto pode ser um desafio em muitos casos. Pois, dependendo da sua escolha de desenho o uso do espaço pode ser melhor ou pior aproveitado . O dimensionamento da escada deve ser escolhido pensando não apenas na implantação como também na segurança do usuário e na acessibilidade.

Hoje trouxemos 4 tipos de escadas para que os leitores conheçam alguns modelos que podem ser construído, suas melhores aplicações e seus contras. As dimensões das escadas dependerá de cálculos específicos que trataremos em um próximo artigo, seguindo com a série.

Escada reta

Fonte: Pixabay

É a escada mais convencional, e mais fácil de identificar, ela segue em uma única direção e por ser em uma linha reta e uniforme, costuma ficar mais comprida, que os outros modelos. Uma vantagem é que por ser simples, tem fácil execução e se bem calculada e executada se torna bastante segura para crianças e idosos.

Escada em L

Fonte: Reforma Fácil

Em planta-baixa tem o formato de uma letra “L”, ou seja muda a direção em um angulo de 90°, a transição de um lance de escadas para o outro pode ser feita a partir da adição de um patamar ou degraus triangulares ( formando o tipo “Leque”, que não costuma ser o mais recomendado por ser mais perigoso). Funciona bem em espaços pequenos, sendo instalada geralmente no canto das paredes ou em grandes espaços ficando no meio do cômodo e sendo usada de forma que aproveite melhor as vistas e o local.

Escada em U

Fonte: Unsplash/Gabriel Izgi

Tem o formato que lembra a letra “U” em planta, onde dois lances de escada (diminuindo seu comprimento) ligados por um grande patamar, porém acaba ficando mais largo ocupando o dobro do espaço, sendo então necessário analisar as dimensões do local para saber se será mais vantajoso que uma escada reta.

Escada helicoidal

Fonte:Pixabay

Também conhecida como caracol ou espiral, se diferencia das outras por ter uma estrutura central, que forma o eixo de onde saem todos os degraus. Fazendo com que tenha uma aparência que em planta lembra a concha de um caracol. Esse modelo costuma ser menos recomendado para locais com crianças e idosos, e ocupa um espaço considerável.

Nesse artigo procuramos falar sobre alguns tipos de escada mais usuais, para que o leitor identifique e saiba suas características e consiga tomar uma decisão sobre as melhores maneiras de implementa-las, essa série terá mais dois artigos, um trazendo outros modelos e materiais e um terceiro mostrando como se dimensiona. Esperamos que esse artigo tenha sido útil.

O Habitamos agradece sua visita, caso tenha alguma crítica ou sugestão deixe um comentário, que gostamos muito de ler. Visite também nossa página inicial onde temos outros artigos como este.

Assine a Newsletter do Habitamos

No spam guarantee.

Deixe seu comentário e contribua com o crescimento do Habitamos