Fotografia: Ricardo Gomez Angel / Unsplash

Nesse artigo vamos falar o que são argamassas, para que elas servem e como devemos fazer sua aplicação. Também falaremos sobre a diferença entre reboco, emboço e chapisco, determinando qual é a função de cada um.

As argamassas são definidas pela NBR 13.529 como uma mistura homogênea de agregados miúdos, aglomerantes inorgânicos e água, que pode ou não conter aditivos com propriedades de aderência e endurecimento. Traduzindo, argamassas são misturebas homogêneas com areia ou similares (agregados miúdos), cimento ou similares (aglomerante inorgânico) e água. Aí dá para adicionar aditivos que vão deixar sua argamassa mais aderente/resistente.

Mas para que servem as argamassas?

No geral elas são utilizadas para assentar tijolos, cerâmicas, azulejos, ladrilhos, mas também dá para usar para impermeabilização e regularização de pisos, paredes e tetos. Quando pensamos em revestimentos a argamassa aparece principalmente na função de chapisco, emboço e reboco. Não sabe a diferença? Então espera que a gente explica.

Pense numa parede recém levantada, ela vai ter só o tijolo e geralmente essa superfície é cheia de ranhuras que dificultam a instalação de revestimentos (um azulejo por exemplo), para contornar isso aplicamos essas três técnicas chapisco, emboço e reboco.

Fonte: SANTOS, Liane Ferreira dos; REAL, Ligia Vitória; LOPES, Karina Leonetti. Materiais de Construção Civil II. 2018. Editora e Distribuidora Educacional S.A., Londrina, 2018.

O chapisco vai ser aquela primeira mão de massa que a gente joga na alvenaria, ela serve para tornar a superfície mais áspera e porosa, isso vai ajudar na aderência das camadas seguintes, mas já serve como uma proteção inicial à parede.

Já o emboço tem como função realizar o nivelamento da superfície onde o chapisco foi aplicado, ele vai deixar a superfície mais lisa para receber o reboco. Quando aplicado de forma bem uniforme, o emboço já apresenta algumas funções de vedação, pode até dificultar a infiltração de água e ajuda a proteger a alvenaria.

E o reboco é a última etapa antes da aplicação de revestimentos diferentes da argamassa (azulejos, ladrilhos, etc), se não for instalar nada, ele por si só já tem a função de impermeabilização, podendo ser usado como acabamento final dependendo do partido de projeto. Por ser a última etapa dos três processos recomenda-se que só realize o reboco após portas e janelas serem instaladas. Obs: O reboco também é usado para remover imperfeições deixadas pelas outras etapas.

Aqui tem uma aplicação extra de argamassas, as principais são essas que já falamos, mas vale a pena mencionar essa.

A monocapa para fachadas é uma aplicação de argamassa que funciona como revestimento decorativo monolítico, ela é produzida a partir da aplicação de uma camada única de argamassa de cimento branco estrutural diretamente na alvenaria. Os três tipos mais comuns são Flocado, Raspado e Travertino.

Tipos de monocapa para fachadas. Fonte: Ibratim Webnote

Modos de aplicação

A espessura do revestimento (no caso a argamassa) é fundamental no projeto, isso vai definir a quantidade de demãos e quanto material serão utilizados na obra, tudo vai depender do ambiente que será trabalhado e do seu nível de exposição (o lado de fora precisa de mais proteção que o lado de dentro né?). A NBR 13.749 vai dizer quais são as espessuras de argamassa recomendadas (se bem que recomendação de NBR é praticamente obrigação) conforme três categorias, paredes internas, paredes externas e tetos.

Fonte: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13.749: Revestimento de paredes e tetos de argamassas inorgânicas – Especificação. Rio de Janeiro. 2013.

As argamassas podem ser produzidas na obra ou em usinas, geralmente usamos a segunda opção quando precisamos de algo mais especifico, aditivos diferentes, dosagens exatas, etc. Vale a pena lembrar que para aplicar as argamassas é importante que a superfície esteja limpa, sem gordura ou outras coisas viscosas. Se a superfície não estiver limpa isso pode gerar fissuras no acabamento.

Para demonstrar a aplicação das três etapas nós optamos por replicar e adaptar o quadro do livro Materiais de Construção Civil II, aqui vocês podem ter uma boa noção do que acontece durante as etapas, os tempos de descanso e métodos de aplicações.

Chapisco A aplicação do chapisco é realizada por meio do lançamento manual da argamassa com uma colher de pedreiro, sua intensidade deve gerar um impacto que permita uma maior aderência e aspereza da superfície aplicada. Nessa etapa, há uma perda de material e desconforto para o operário.

O chapisco também pode ser aplicado por meio de rolo de pintura ou projetado. As vantagens de ambos os processos é a redução de resíduos e uniformidade de aplicação da argamassa na superfície. O chapisco rolado é um produto industrializado e aplicado por meio de rolo de pintura, sendo as proporções de água e consistência preparadas conforme recomendações do fabricante. Ao passo que o projetado, também é utilizado um produto industrializado (semi-pronto) e sua aplicação envolve o uso de bomba e equipamentos de projeção.  

Emboço O emboço é a camada de argamassa subsequente aplicada sobre o chapisco. A aplicação do emboço deve ser executada após transcorridos, no mínimo, sete dias da aplicação do chapisco. Essa argamassa representa a regularização da superfície, atingindo uma espessura medida de 2 a 4 cm. A forma de aplicação dessa argamassa foi abordada no item anterior.

Reboco A espessura média do reboco é de 5 a 6 mm, sendo a regularização e alisamento da superfície realizado com desempenadeira e brocha. Neste processo, aplica-se a argamassa, realiza-se movimentos circulares com a desempenadeira e trabalha-se com a aplicação de água com a brocha de maneira a atingir uma superfície lisa e regularizada.
Fonte: SANTOS, Liane Ferreira dos; REAL, Ligia Vitória; LOPES, Karina Leonetti. Materiais de Construção Civil II. 2018. 212p. Editora e Distribuidora Educacional S.A., Londrina, 2018.

No geral esse artigo abordou as principais informações relacionadas as argamassas, como tudo na construção civil essa técnica está em constante evolução e devemos sempre ter isso em mente. Não podemos esquecer de mencionar que além de proteção que as argamassas fornecem a alvenaria também colaboram para o conforto térmico e acústico da edificação. Se ficou curioso sobre revestimentos, dá uma olhada nesse artigo que dá uma introdução bacana.

O Habitamos agradece sua visita, estamos sempre abertos a críticas e sugestões, caso tenha algum tema que quer ver tratado por aqui, deixa um comentário que a gente dá uma olhada.

Nesse artigo, utilizamos como referência:

AECWEB. Chapisco, emboço e reboco são fundamentais para a boa qualidade do acabamento. [S.I.]. [201?] Disponível em: <https://www.aecweb.com.br/revista/materias/chapisco-emboco-e-reboco-sao-fundamentais-para-a-boa-qualidade-do-acabamento/11328> Acesso em: 6 de novembro de 2020.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13.749: Revestimento de paredes e tetos de argamassas inorgânicas – Especificação. Rio de Janeiro, p. 8. 2013.

SANTOS, Liane Ferreira dos; REAL, Ligia Vitória; LOPES, Karina Leonetti. Materiais de Construção Civil II. 2018. 212p. Editora e Distribuidora Educacional S.A., Londrina, 2018.

Caso precise citar esse artigo em algum trabalho de acadêmico utilize:

LOBO, Diego Augusto. Entenda o que é argamassa, reboco, emboço e chapisco. Habitamos Arquitetura, 2020. Disponível em: <http://www.habitamos.com.br/entenda-o-que-e-argamassa-reboco-emboco-e-chapisco/>. Acesso em: “colocar data aqui”.

Assine a Newsletter do Habitamos

No spam guarantee.

Deixe seu comentário e contribua com o crescimento do Habitamos