Fonte: Habitamos

A partir de uma aliança entre organizações da sociedade civil, movimentos sociais, universidades, centros de pesquisa, organizações e redes internacionais e regionais, surgiu a iniciativa “Sinergias para a Solidariedade“, e com ela um decálogo (conjunto de dez princípios ou normas) com um programa renovado de urbanização de favelas.

Os organizadores defendem que esse projeto é fundamental para responder às necessidades imediatas e também pode contribuir para uma recuperação dessas áreas, pós-pandêmia a longo prazo, tratando não apenas do bem-estar da população, mas também garantindo seus direitos e do respeito ao meio ambiente.

As dez diretrizes surgiram de um processo coletivo, onde foram ouvidos diferentes agentes (moradores, assistentes sociais, ongs, etc) envolvidos no processo histórico do desenvolvimento de projetos voltados para a urbanização de favelas na América Latina e no Caribe. Além de analises e sínteses de estratégias com foco no combate à COVID-19.

As 10 dimensões do Decálogo são: Governança Territorial, Política Pública, Provisão de Infraestrutura, Planejamento Territorial, Reconhecimento Político, Diversidade Social, Economias Solidárias, Diálogo de Saberes, Memória Coletiva e Justiça Climática.

Fonte: Imagem de divulgação da iniciativa

Caso tenha interesse em dar seu apoio ao decálogo, os organizadores criaram essa pesquisa, para você saber como pode ajuda-los.

Essa e outras iniciativas são muito importantes, pois ajudam a tentarmos encontrar maneiras de tornar as cidades mais democráticas, sempre visando que para mudanças efetivas ainda teremos muito trabalho, longas discussões, envolvendo diversas disciplinas e muita empatia.

O Habitamos agradece sua visita. Para mais novidades, visite nossa seção de notícias.

Assine a Newsletter do Habitamos

No spam guarantee.

Deixe seu comentário e contribua com o crescimento do Habitamos