Fotografia: Anjali Vishwakarma / Unsplash.

Esse é o oitavo e último artigo da série chamada “Como escolher cores na Arquitetura”, dessa vez falaremos um pouco sobre a cor Cinza na arquitetura. Para seguir com a leitura é interessante conhecer os outros textos. Se você não quiser fazer isso agora, não tem problema, pois as leituras são complementares e bem independentes.

Introdução

Nos artigos anteriores nós explicamos como as cores influenciam nossas emoções e comportamento dentro dos ambientes.

Nós também explicamos como o corpo humano percebe as cores de maneira única e porque ninguém vê o mesmo tom de cor que você enxerga. Esse é o motivo de termos códigos para definir as cores e facilitar seu reconhecimento.

A série “Como escolher cores na Arquitetura” foi escrita com base no livro:

A Psicologia das cores: Como as cores afetam a emoção e a Razão da autora alemã Eva Heller.

Capa do livro A Psicologia das cores, Eva Heller

Cinza

A cor da reflexão e da teoria, das coisas secretas e dos introvertidos. De acordo com Heller o cinza é uma cor bem emblemática, normalmente associada a velhice, estudos e assuntos misteriosos. A autora também vai relacionar esse tom com os artistas, com a filosofia e com tons monocromáticos.

man in black suit jacket
Fotografia: Dibakar Roy / Unsplash.

O cinza é uma cor que sempre se adapta, não importa quem for seu par, criando contraste ele dá um jeito. Quando pensamos nele dentro da arquitetura a primeira coisa que vem a cabeça da maioria das pessoas provavelmente vai ser o concreto, esse material importantíssimo, tanto na formação da edificação, quanto em alguns modelos arquitetônicos, o Brutalismo executado entre as décadas de 50 e 70 por arquitetos modernistas no Brasil é só um dos muitos exemplos.

Conheça a beleza diferenciada da arquitetura paulista brutalista
Sesc Pompeia – Lina Bo Bardi. Fonte: Z1 Portal.

Por ser uma cor que se encontra entre o branco e o preto, o cinza acaba por ser um elemento extremamente neutro e pode ser combinado com uma infinidade de cores, materiais e texturas. No setor de tecnologia, o cinza remete à produtos inovadores e científicos.

empty stairs
Fotografia: Lance Anderson / Unsplash.

Em interiores

Essa cor sempre se destaca em instalações corporativas, comerciais e industriais. Trabalhos que remetem à arquiteturas mais rústicas ou mais voltada a valorização dos materiais também costumam se aproveitar do cinza.

A versatilidade e elegância da cor tornam seus tons muito convidativos de serem utilizados em propostas que visam uma abordagem mais “séria” ou “formal”.

brown wooden table and chairs
Fotografia: ASIA CULTURECENTER / Unsplash.

Em interiores o cinza costuma se dar muito bem com elementos de madeira, verde (vegetação), tijolos, instalações aparentes e espaços que de estar como salas ou varandas. Essa cor pode aparecer em materiais, no acabamento exterior, no piso, paredes e até em mobiliários.

gray fabric loveseat near brown wooden table
Fotografia: Patrick Perkins / Unsplash.

É importante ter em mente que o cinza é uma cor que precisa da presença de outras cores ou elementos coloridos para que seja melhor aproveitada, um ambiente totalmente cinza e sem outras cores ou detalhes contrastantes pode causar desconforto.

Mesmo um prédio cuja fachada inteira é de concreto, ainda depende das cores ao seu redor e de outros elementos para ter um efeito impactante, mesmo que a cor ao redor venha do céu.

white concrete building
Fotografia: Jason Pan / Unsplash.

Esse artigo faz parte de uma série sobre cores no design de interiores que originalmente foi pensada para ser 6 textos, mas para evitar conteúdos muito extensos optamos por separar algumas cores que seriam apresentadas juntas.

Vocês acabaram de ler a última publicação desse conjunto. O material foi dividido para que a leitura fosse fácil e dinâmica de modo a não tomar muito do seu tempo e ser de fácil consulta. O Habitamos agradece sua visita e nos acompanhe para saber mais sobre cores na arquitetura.

Caso queira ver os outros artigos dá uma conferida aqui.

Se precisar citar esse artigo em algum trabalho de acadêmico utilize:

LOBO, Diego Augusto. Como escolher cores na Arquitetura: Cinza. Habitamos, 2021. Disponível em: <http://www.habitamos.com.br/como-escolher-cores-na-arquitetura-cinza/>. Acesso em: “colocar data aqui”.

Assine a Newsletter do Habitamos

No spam guarantee.

Deixe seu comentário e contribua com o crescimento do Habitamos