Como escolher cores na Arquitetura: Azul e Vermelho

2
88
Jumeirah Beach, Dubai, Emirados Árabes. Foto de Nick Fewings.

As cores estão presentes em todos os lugares, do céu às pessoas e suas vestimentas. Em vários tons e matizes, elas produzem não apenas efeitos visuais, mas também transmitem sensações térmicas e psicológicas.

O modo como nosso corpo percebe as cores é individual de cada um. Isso acontece por conta de como as retinas dos olhos captam a luz e retransmitem o sinal para o cérebro.

O azul que eu enxergo é diferente do azul que você enxerga, por isso que precisamos identificar as cores por números ou códigos quando queremos alguma cor mais específica.

As cores e a psicologia

Você sabia que as cores são responsáveis por vários estímulos conscientes e subconscientes sobre como nós percebemos o espaço e interagimos com ele? Pois é, sabe aquelas cores vermelha e amarela do Burguer King e do McDonalds? Elas não foram escolhidas atoa.

Nesse artigo usamos como base o estudo apresentado no livro A Psicologia das Cores: Como as cores afetam a emoção e a Razão da autora alemã Eva Heller.

download 1 - Como escolher cores na Arquitetura: Azul e Vermelho

A autora do livro consultou mais de 2 mil homens e mulheres com idades entre 14 e 97 anos, das mais variadas profissões. Ela buscou associar as cores com sentimentos e qualidades. Aqui vamos aplicar um pouco do livro para o projeto de interiores.

Azul

photo 1472070855221 4dff400df492?ixlib=rb 1.2 - Como escolher cores na Arquitetura: Azul e Vermelho
Fotografia: Sérgio Rola

O azul é a cor mais aceita pela maioria das pessoas, é a cor da simpatia, da harmonia e da fidelidade. Também é considerado uma cor fria e que causa a sensação de profundidade nos ambientes, ela estimula a serenidade, paz e o repouso.

Essa cor é recomendada para ambientes de repouso, relaxamento ou espaços mais tranquilos. O tom mais claro pode trazer uma sensação de leveza ao ambiente, enquanto um tom mais escuro aumenta o sentimento de profundidade e amplitude.

photo 1527609720421 5a7486dcabec?ixlib=rb 1.2 - Como escolher cores na Arquitetura: Azul e Vermelho
Marakesh, Marrocos. Fotografia: Toa Heftiba.

Os ambientes mais indicados para o uso de azul são: Quartos, Banheiros e áreas externas.

Em lugares quentes ela é altamente recomendada, porque transmite uma sensação de frescor, já em lugares gelados ela pode intensificar tristeza e o frio.

Vermelho

photo 1507924538820 ede94a04019d?ixlib=rb 1.2 - Como escolher cores na Arquitetura: Azul e Vermelho
Fotografia: Peter Lawicki.

Essa é a cor da paixão, do amor ao ódio, da realeza, das revoluções, da felicidade e do perigo. O vermelho é considerado uma cor quente, excitante, que anima, traz força, confiança, força de vontade e estimulo para tomarmos iniciativas.

Nos ambientes ele chama atenção, estimula as emoções, inibe o medo e as preocupações. Mas cuidado! O vermelho também pode causar desconforto e produzir nervosismo.

Como é uma cor que estimula bastante sentimentos ela deve ser utilizada com ponderação, a diferença das suas tonalidades pode estimular reações diversas.

A cor mais escura transmite seriedade, autoridade, respeito e até mesmo ostentação. Já aquele vermelho mais vivo e bem saturado, estimula um clima mais sensual, de afeto e até mesmo provocante. O ideal é misturar os tons para não sobrecarregar o ambiente.

Os ambientes mais recomendados para o uso da cor vermelha são: Cozinha, Sala de Jantar e ambientes mais frios.

bedside table bedroom light 1543470 - Como escolher cores na Arquitetura: Azul e Vermelho
Fotografia: Paul Harvey.

Esse artigo faz parte de uma série sobre cores no design de interiores e vai contar com 6 publicações onde veremos as cores Amarelo, Verde, Preto, Branco, Laranja, Violeta, Rosa, Ouro, Prata Marrom e Cinza.

O material foi dividido para que a leitura fosse fácil e dinâmica de modo a não tomar muito do seu tempo e ser de fácil consulta.

O Habitamos agradece sua visita e nos acompanhe para saber mais sobre cores na arquitetura.

Caso queira saber mais sobre design de interiores clique aqui.

Assine a Newsletter do Habitamos

No spam guarantee.

2 COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário e contribua com o crescimento do Habitamos